segunda-feira, julho 31, 2006

NASCENTE DA ÁGUA AZEDA

FURNAS - S. MIGUEL- AÇORES










sexta-feira, julho 28, 2006

SILÊNCIO

O TEMPO DO SILÊNCIO


Calou-se porque era o tempo do silêncio
Era o tempo mais escuro
Era o tempo negro do luto
Era tempo de chorar.
Tantas as perdas que o corpo se desvanecia
Que o corpo a cada ausência perdia
Solidez, presença, estar.
E a leveza do corpo não era liberdade
Mas dor, partida
Saudade
De um tempo em que fora morada
De um tempo em que fora ansiada
De um tempo em que fora de presenças
Lugar.

Poema da: Encandescente

quarta-feira, julho 26, 2006

TALL SHIPS LISBOA 2006

















segunda-feira, julho 24, 2006

TALL SHIPS LISBOA 2006







sábado, julho 22, 2006

FLOR E CAPUCHOS







segunda-feira, julho 17, 2006

ONDE FAZEM O COZIDO

S. MIGUEL- AÇORES






sábado, julho 15, 2006

IGREJA - LAGOA DAS FURNAS

S. MIGUEL- AÇORES






quinta-feira, julho 13, 2006

LAGOA DAS FURNAS

S. MIGUEL- AÇORES

















quarta-feira, julho 12, 2006

PAISAGENS

S. MIGUEL- AÇORES










segunda-feira, julho 10, 2006

LAGOA DO FOGO

S. MIGUEL- AÇORES

















sábado, julho 08, 2006

CRIANÇA


quinta-feira, julho 06, 2006

FONTE DA LADEIRA

BEIRA BAIXA








terça-feira, julho 04, 2006

MÃE E FILHO




domingo, julho 02, 2006

LAGOA

S. MIGUEL- AÇORES