sexta-feira, setembro 09, 2005

Eu




Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.


Álvaro de Campos

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home